Carregando...

Região Serrana: TV's lutam para manter-se no ar.


A tragédia das enchentes no Rio de Janeiro afetou diretamente a cobertura de TV na região serrana. Falta de energia elétrica, queda de comunicação, dificuldade de locomoção em Nova Friburgo, Petrópolis e Teresópolis tiraram retransmissoras e geradoras do ar, e fez emissoras armarem esquemas de guerra para manter seu sinal local.

Na quarta-feira, a Inter TV Serra+mar, afiliada da Globo na região, ficou fora do ar das 4h às 11 horas. Voltou movida a geradores, com combustível racionado, por conta das dificuldades de abastecimento. A emissora também deslocou para a cobertura dois helicópteros e dois equipamentos de SNG, que realizam transmissão via satélite.

Sem energia, o SBT, que tem uma geradora em Nova Friburgo, não está conseguindo exibir sua programação local, que ficou fora do ar na quinta e na sexta-feira. Sem uma base de transmissão, jornalistas do SBT têm de ir até o Pico da Caledônia, local em que ficam as antenas da cidade, para enviar o material para a rede.

Band e Rede TV! não têm geradoras nem retransmissoras na região e seguem só com o sinal da capital. A Folha apurou que as três repetidoras da Record na região enfrentaram graves problemas de sinal, fato negado pela emissora.
TV 8386580012644308803

Postar um comentário

  1. Gente e o Morin em Petropolis onde ficam as retransmissoras da Inter Tv canal 14, Rede Tv canal 30, Grande Rio/RBTV canal 57 e radios como Tribuna, Melodia, Furacão 107 e UCP FM. Como está lá? Lá foi atingido?

    ResponderExcluir
  2. Leonardo Ivo, la no Morin ta tudo normal, nada de grave aconteceu...

    ResponderExcluir
  3. Estou vendo a Record SP pela Via Embratel e o helicóptero da Record está transmitindo direto de Teresópolis! Devem ter colocado uma antena receptora em alguma torre da cidade (Servindo como base) e depois jogando no satélite direto!

    ResponderExcluir
  4. Usam um caminhão link, para o satélite!!!

    ResponderExcluir
  5. Danilo,
    A Record está trabalhando com 2 pontos fixos de Link, Teresópolis e Nova Friburgo e ainda outro com a Record News.
    No caso dos helicópteros, as duas aeronaves da empresa estão no Rio. São dois Robinson R-44, o novo do Rio e o antigo, que hoje opera na Record BH. Este tbm está na Região Serrana.

    ResponderExcluir
  6. A torre da 107 FM não fica no Rio (capital)?

    ResponderExcluir
  7. A Band tem geradora em Barra Mansa. Seria até mais fácil enviar sinal pra lá, mas a emissora não tem essa estrutura.

    ResponderExcluir
  8. Spoletto,
    Para a Band, o mais fácil é linkar direto com SP... (rsrsrs)
    Aliás, vale lembrar que a Band estava com ENG alugada de uma produtora e foi a única a não usar helicopteros equipados para a cinematografia aérea. Alugaram um helicoptero civil que levava a repórter, um cinegrafista com câmera no ombro (daí as imagens sempre tremidas da Band) e a repórter da BandNews FM. Todos juntos.
    A Band Rio sofre com a falta de estrutura.

    ResponderExcluir
  9. Vítor,
    a 107 FM é o nome fantasia da RÁDIO PETRÓPOLIS FM.
    O atual estúdio fica no galpão da Furacão 2000.
    Sistema Irradiante fica no Morro do Morin, em Petrópolis.

    ResponderExcluir
  10. Ontem à noite(20/01)a Inter TV (14 UHF) ficou sem som por volta das 23:30 e permaneceu assim até pelo menos 00:30, depois não sei pq fui dormir =D

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares