Carregando...

Rede CNT: Uma emissora que poderia ter dado certo!

[dropcap]D[/dropcap]esde 1992, ano em que José Carlos Martinez comprou de Silvio Santos o canal 9, a cidade do Rio de Janeiro recebe imagens da rede CNT.  A princípio, a emissora carioca era considerada peça-chave da rede paranaense no acordo com a TV Gazeta de São Paulo.

Nos anos 90, a geradora carioca foi bem ativa, apesar da precariedade da estrutura herdada, oriunda da época em que era de propriedade do homem do baú. Nesse época, a CNT Rio produziu muitos programas, podemos destacar o Programa Wagner Montes (ficou no ar até 2004), Jornal CNT estado (Virou Jornal do Meio-Dia mais tarde) e o Mesa Redonda Rio.

Com o fim do acordo da CNT com a TV Gazeta de São Paulo, a emissora carioca tornou-se apenas uma arreadadora de recursos financeiros da matriz no Paraná. O mais engraçado dessa história é que por um bom periodo entre 2001-2007, a CNT mantinha uma programação interessante na sede em Curitiba, porém, no resto da rede, inclusive no Rio, a emissora vendia o mesmo horário, evidenciando que a prioridade sempre foi manter a grade de programação na sede em Curitiba as custas dos lucros da CNT do Rio de Janeiro.

Em 2009, algumas notas na imprensa afirmavam que a rede CNT estaria utilizando o rescursos da venda dos horários para uma reforma geral na sede carioca. Três anos depois, percebe-se que nada mudou na emissora, aliás, quem assiste o programa Balanço Esportivo nos domingos vê que a emissora está completamente abandonada, com seus equipamentos sucateados.

Aliás, se eu não estiver enganado, a estrutura, ou seja, o imóvel, as salas e o estúdio da emissora é o mesmo herdado de Silvio Santos / TV Corcovado em 1992, não houve qualquer ampliação, até a torre de TV da emissora é compartilhada do mesmo jeito como na época que foi ao ar nos anos 80. A família Martinez nunca se preoculpou em qualificar sua principal praça, que é o Rio e não Curitiba (!), seja com ampliações, seja com investimento, seja com programação propriamente dita.

Logo vem a minha mente o exemplo da TV Gazeta de São Paulo, ou outros exemplos importantes de importantes emissoras regionais como a Amazonsat (AM), TV Diário (CE), TV Salvador (BA) ou a TVCom (RS) que são emissoras locais com boa programação. Sempre foi viável a CNT Rio ser a correspodente carioca a TV Gazeta de São Paulo.

O problema ao longo desses 20 anos sempre foi que a Rede CNT privilegiou sua matriz em Curitiba abandonando sua praça no Rio. Até mesmo na época da TVJB, a praça do Rio foi abandonada, relegada a simples repetidora, Talvez, se Nelson Tanure tivesse se focado mais ao mercado carioca, a TVJB poderia está no ar até hoje na tela da CNT!

o FATO é que a exemplo da RedeTV!, a CNT Rio de Janeiro poderia ter dado certo. O que ocorreu foi que como a sede dessas empresas não são do Rio, ficaram todas relegadas a segundo plano, seja no investimento, seja na programação. O resultado hoje é visto no vídeo, no programa Balanço Esportivo, as câmeras gerando imagens precárias, o gerador de caracteres arcaico...uma vergonha! Fica aberto aos leitores o debate.
TV 5561249509158082959

Postar um comentário

  1. Até agora nenhum post sobre o novo canal da Globo (30 UHF) em Nova Iguaçu não???

    ResponderExcluir
  2. O jeito seria o governo tirar a concessão de quem não tem compromisso com a prestação de serviços.

    ResponderExcluir
  3. A TV Corcovado (que aliás é até hoje a razão social da emissora) era do Sílvio Santos? Eu achava que ele tinha vendido quando deixou de ser afiliada da Record. Inclusive esse nome só foi adotado quando a Record deixou o Rio em 1987, após um breve período como "TV Copacabana", denominação que se não me engano foi proibida por algum litígio.

    Onde era a sede da TVJB?

    PS: o "poderia está" no penúltimo parágrafo está doendo...

    ResponderExcluir
  4. Sobre a TV Salvador citada na matéria, ela piorou bastante sua programação, em sua maior parte são cultos religiosos e corre o risco de somente ser transmitida por um canal TVA, pois a SIM TV Salvador já anunciou a retirada do canal de sua grade.

    ResponderExcluir
  5. Também tá doendo esta frase: "A família Martinez nunca se PREOCULPOU"

    Mas o Danilo não se emenda. Que tal digitar os textos no word com corretor ortográfico?

    ResponderExcluir
  6. A Família Martinez sempre investiu a praça de Curitiba como matriz,desprezando o Rio de Janeiro!Se o canal 09 continuasse nas mãos do Sílvio Santos,duvido que deixava essa TV num estado de precariedade!A CNT diz que arrendou umas 8 horas para a Igreja Mundial do Poder de Deus,por uns 5 milhões por aí,não sei exatamente o valor,com o proposito de reformar a sede carioca.Passaram-se quase 3 anos e cade?Cade a reforma?Não ampliou nem um centímetro de espaço,desde que a TV Corcovado deixou o canal 09 e a sede.E esses programas formatados?Os gerenciadores de caracteres?As cameras?A mesa de som?A iluminação?Sem falar do péssimo sinal?Não devia cassar só a praça carioca,que é o canal 09,mas cassar todos os canais que compõem a Rede CNT.Programação de lixo,parque técnico lixo,programas de lixo,enfim,tudo lixo,lixo e mais lixo.Até a vinheta e o cenário horroroso do CNT Jornal com Salette Lemos.E o capítulo de sinal digital da emissora do RJ é que nem dramalhão mexicano,como passa na CNT.Difícil de terminar!Essa é a dura,velha e árdua rotina da CNT Rio....

    ResponderExcluir
  7. Vale ressaltar que antes de se tornar CNT, ela se chamava Rede OM. Essa emissora já existia no sul do país e foi inaugurada nacionalmente em 30 de março de 1992. Aliás o ano de 92 foi o auge da emissora que chegou a estar na liderança de audiência em alguns momentos como a exibição do filme Calígula e da final da Libertadores entre São Paulo x New's Old Boys com narração de Galvão Bueno.
    O canal chamava a atenção por conta das transmissões esportivas e do pacote de filmes.
    Mas com o escândalo envolvendo o grande esquema PC-Collor que derrubou o presidente (e no qual a direção da emissora tinha envolvimento), a Rede OM começou a amargar uma grande crise.
    Tanto que em 1993 ela resolver remapear sua programação e se transformou em CNT. Investimentos milionários foram feitos, principalmente na contratação do estilista Clodovil Hernandes para o casting. Naquela época alguns nomes de destaque surgiram como Luciano Huck e Ratinho.
    Em 1997 a CNT fez um grande acordo com ex-afiliadas da Rede Manchete e Record no Nordeste, para abrigar uma grande expansão da emissora por aquela região. No entanto, os programas exibidos já não tinham mais o mesmo apelo e a crise culminou com a saída da Gazeta do projeto CNT.
    A saída da emissora paulista desestruturou totalmente o planejamento da CNT que passou a exibir sua programação em UHF na capital paulista.
    Com isso, inúmeros horários da emissora passaram a ser vendidos para igrejas e televendas.
    Em 2006 houve um acerto com o Sr. Tanure para a criação da TV JB utilizando a estrutura da CNT, que já não dispunha mais de uma programação regular.
    O projeto durou poucos meses e o acordo foi cancelado por falta de pagamento. A CNT voltou a exibir sua logomarca novamente, só que agora, sem programação alguma.
    A tábua de salvação foi o acordo firmado com a mexicana Televisa para a exibição de produções como telenovelas e séries.
    Hoje a emissora se segura como pode com inúmeros televendas e programas evangélicos e uma programação própria na faixa nobre com exibição de velhos filmes, séries e novelas mexicanas, um telejornal insoso e alguns programas políticos.

    ResponderExcluir
  8. A TV Corcovado deixou de ser filiada a Record quando Sílvio Santos vendeu a emissora paulista. A partir de então, a emissora carioca passou a exibir alguns programas independentes de igrejas como RR Soares no início de carreira e tosquices como Férias no Acampamento (narrado pelo Lombardi) e o programa de funk Som na Caixa. Em outros horários a emissora exibia a programação do SBT.
    Em 1990 a emissora alugou horário a partir de meio-dia para a introdução da MTV no Brasil. Esse aluguel durou até 1992 com o surgimento da Rede OM (hoje CNT).

    ResponderExcluir
  9. Achei um site onde explica bem a transição Record - Copacabana/Corcovado: http://televisionado.wordpress.com/2008/08/11/tv-corcovado-canal-9-uma-emissora-para-turistas/

    Fica claro que a TV Corcovado era tipo um "SBT/Record do B" exibindo/reprisando programas e filmes dessas emissoras, sem entretanto ser oficialmente afiliada de nenhuma delas.

    É bom lembrar que na época esse canal ficou conhecido por exibir o "Rio Turismo", um programa repetido à exaustão que consistia em um clipe sobre as atrações do Rio, em português, inglês e espanhol.

    A então TV Corcovado tinha uma programação bem eclética, tinha lugar pra tudo. Podia estar muito longe do "padrão Globo de qualidade" mas era um bom lugar pra abrigar programas de nicho que não encontram espaço nas grandes redes. A praga dos evangélicos e televendas está quase acabando com isso, em todas as emissoras que vendem horários, das quais a CNT é campeã, mas também atinge NGT, Rede TV (a de verdade, analógica) e Band.

    ResponderExcluir
  10. A TV Salvador não tem programação boa, é igual a CNT, só passa imagens do pastor Valdemiro da TV IMPD. Uma vergonha!!!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares