Carregando...

A NGT Rio perde a oportunidade de ser a emissora com a cara dos cariocas!

Hoje, o opinião TVs do RJ abordará a atual situação da NGT Rio de Janeiro.

Duas curiosidades importantes sobre esse canal: A primeira éa única emissora geradora UHF na cidade (As outras emissoras são retransmissoras ou TVA's) e a Segunda curiosidade é que este canal é uma concessão educativa, ou seja, além da TV Brasil, a NGT também é uma emissora com finalidade cultural, educativa e educacional.

Quando a NGT instalou-se na cidade, ela tinha adquirido e reformado os antigos estúdios do SBT em São Cristóvão. De acordo com informações da própria NGT, são dois estúdios com 250 m² e toda uma estrutura técnica para produção de programas.

Acredito que essa estrutura chegou a ser plenamente usada no tempo em que a Esporte Interativo mantinha plena parceira com a NGT, porém, após o fim do acordo, esse parque técnico foi abandonado. Hoje, da estrutura atual, somente a parte técnica (Mesa mestre) está em operação (para manter provavelmente a emissora no ar).

Pena, a NGT tinha todas as condições para ter uma boa na audiência na cidade. Seja pela produção de programas variados, seja pela pequena diversidade de emissoras geradoras na cidade.

No final de 2009, a NGT chegou a instalar uma retransmissora na Serra do Mendanha pelo canal 45 UHF. O sinal era fraquíssimo e instável, provavelmente o transmissor era de baixa potência e/ou mesmo um transmissor de "segunda mão". Porém, era um avanço. Pois assim, todas as emissoras do Rio passaram a ter presença no Mendanha.

Mas o avanço acabou em retrocesso, no início de 2010, após vários apagões no transmissor do Mendanha, a NGT saía em definitivo da zona oeste, fato inédito na história das comunicações do Brasil (uma emissora abandonar e desativar uma retransmissora própria).

A princípio, alegaram que o sinal da emissora no Mendanha era apenas para umperíodo de testes, depois alegaram que o canal estava sendo desativado, e que o canal 45 UHF do Sumaré e Mendanha seria utilizado o mais rápido possível parao sistema digital. Até hoje a promessa não foi cumprida!

Infelizmente, a nossa cidade ainda não possui um canal regional, a exemplo da TV Gazeta de São Paulo. Nossa região é servida basicamente por uma geradora nacional (Globo) que já perdeu a sua identidade local, uma TV Educativa (TV Brasil) que a cada dia que passa, perde importância para a nova praça de São Paulo e Brasília, e outras emissoras que basicamente obedecem as determinações da praça maior, que é São Paulo.

A NGT está enfrentando uma crise, não seria a hora da NGT Rio de Janeiro fazer sua própria história? Produzindo programas locais, pois tem estrutura para tal, buscando parcerias com empresas e órgãos governamentais, como exemplo a Multi-Rio?

Ou mesmo, montando uma programação alternativa em horários onde outros emissores estão exibindo a programação da “rede”? Fica aos leitores a discussão sobre a NGT no Rio de Janeiro!
TV 5349858044229995283

Postar um comentário

  1. O problema é que a NGT não tem o mínimo interesse de investir no Rio. E a verdade é que nem em São Paulo ela consegue gerar uma boa programação. A emissora alguou vários de seus horários para a TV Diário (do Ceará) e tem vários terceirizados. Acho que o transmissor da NGT no Mendanha nem era tão fraco, acho que ele vivia era com problema (mas não necessariamente o sinal era fraco), pois ele chegava melhor aqui em casa do que os sinais de TV Brasil (32), Boas Novas (42) e TV Senado (49). Tem certeza que esse parque de transmissões da NGT já foi usado? O EI já não tinha seu próprio espaço?

    ResponderExcluir
  2. Há de se anotar que a NGT deve apostar muito na sua presença em todos os pacotes da NET Rio, mais precisamente no canal 17. Ali assisto aos dois únicos programas relevantes dessa emissora: o jornal da TVT e o Stay Heavy.

    ResponderExcluir
  3. A Esporte Interativo NUNCA usou a estrutura da NGT na época da parceria... de onde vc tirou essa informação Danilo?

    A Esporte Interativo possui uma sede em Botafogo, que é mais antiga que a parceria com a NGT...

    Se a NGT está em crise, como dizem, é impossível investir em programação local!!! só ela fizer alguma parceria com alguém que injete uma grana legal.... e como é uma concessão educativa, isso fica cada vez mais difícil!

    ResponderExcluir
  4. Eng. Armando Torres Fortes10 de setembro de 2011 02:39

    Desculpe Danilo,
    Há controvérsias em seu texto. A primeira a se destacar é a menção à TV Gazeta como uma TV regional. A Gazeta tentou desde o início não ficar só em SP, tentou inclusive o canal 11 do Rio. O fato mais do que relevante é que durante todo o dia a Gazeta sequer abandona a marca de 1 ponto de média.
    Dá traço, com frequencia. A Fundação abandonou o histórico esportivo da Gazeta AM, retirou A GAZETA ESPORTIVA das bancas, amedrontada com o crescimento do LANCE! e ainda por cima faz da Gazeta FM seu único investimento e ainda por cima, mais do que questionável. Não vejo um mísero jornalístico local na grade, que uma dia já teve até o Gazeta Meio-Dia, que ainda tratava dos temas. A programação esportiva é risível.
    Não use a Gazeta jamais como padrão para qualquer lugar.
    O Canal 21 era mais ÚTIL do que a própria Gazeta.
    Aliás, POBRE do Grupo Bandeirantes que não entende isso.

    Segundo, a TopSports nunca usou estúdios da NGT. Sua sede fica em Botafogo, na Rua Visconde de Ouro Preto. Aliás, a ESPN também alugou uma muito conhecida produtora no bairro para a nova sucursal no Rio. Tem um estúdio de 50 m2 e ilhas HDTV.

    A NGT é mais do que caso perdido. Imagine que um grupo FABRICANTE DE ANTENAS não consegue manter uma TV com qualidade (pelo menos de transmissão) no ar. A sua pretensa grade poderia pelo menos ser vista, mas nem isso.

    Ainda sonho com este canal nas mãos da FUNDAÇÃO PADRE ANCHIETA para a TV CULTURA. Pena que é apenas sonho.
    Da TV BRASIL já não espero mais nada sem radicais mudanças na gestão e mudança e ampliação e modernização de centro de produção.

    ResponderExcluir
  5. Concordo com as observações acima citadas. O objetivo central desse texto é abriar uma discursão da função social da concessão da NGT Rio de Janeiro! Em relação a sede do E+i, realmente me confundi, tirei da memória um texto que lí no passado do site da NGT, época onde havia a parceria entre as duas, acreditei que a E+i dentro da parceria usava a estrutura da NGT no Rio...

    Mas o debate sobre a NGT no Rio está aberto!

    ResponderExcluir
  6. Stay heavy é um programa que me fez guardar este nome para sempre na cabeça: NGT RIO, quando passei uma época no rio de janeiro, não sabia que um canal UHF transmitia Rock and roll ! Isso é muito bom, mas o que é ruim é a fragilidade do canal.

    ResponderExcluir
  7. E ai pessoal.
    Eis que fazendo uma pesquisa, me deparo com o seguinte anuncio:

    EXCLUSIVO.........GERADORA DE TV A VENDA
    Dados Gerais,,,,,,,,,,,

    5 estações retransmissoras na capital paulista
    2 estações retransmissoras no Rio de Janeiro
    2 repetidoras no interior de São Paulo
    ligada a 2 satélistes onde retransmite a nível nacional
    2 canais de TV Digital, 1 em são paulo e outro no rio, funciona até em celular
    as duas sedes próprias, sendo em São Paulos estabelecida em uma área nobr na capital de 7.000 m² de área
    construída com 8 estúdios, sendo 1 com capacidade para aproximadamente 2.000 pessoas,
    3 estúdios médios, capacidade entre 200 a 400 pessoas e os demais menores.
    no RJ a área é de 2.000 m² de AC.
    veículos com estações transmissora móveis em SP 2 e RJ 1
    veículos de suporte - 6
    aluga seus estúdios para produções independentes.
    além da transmissão nacional de sua própria programação existe a possibilidade de formalizar convênios com
    as prefeituras para colocação de antenas e transmissões UHF. Já possui autorização para esta operação em todo território nacional
    possui equipe e produção própria de jornalismo, programas infantis, programas de auditório, com
    camarins bem estruturados.
    programação eletrônica 24 horas, transmitidas por modernos equipamentos, sem perda de sinal, com
    sistema de segurança onde da queda de um equipamento de transmissão para satélite automaticamente entra
    outro em atividade.
    totalmente informatizada.
    possui uma equipe comercial própria com profissionais de 1ª linha.

    REGRAS
    carta de intenção de compra colocarmos vendedor e comprador para conversarem.carta esta devidamente reconhecida firma seja pessoa física ou jurídica

    obs ;não serão passadas informações adicionais a estas,são normas dos ( proprietários ).e nos por questão de ética profissional não quebramos regras ,dispensamos curiosos e especuladores

    preço : US$165.000.000,00
    (cento e sessenta e cinco milhões de dólares americanos)
    CONTATOS
    SERGIO DUTRA
    CASA FORTE ASSESSÓRIA JURIDICA IMOBILIÁRIO
    GRUPO CASA FORTE PRESENTE
    EM TODO BRASIL PARA FAZER O MELHOR POR VOCÊ
    CONTATO UNIDADE -MACEIÓ/AL
    +55 82 3371 5337 FONE
    +55 82 9903 0740 TIM
    +55 82 8707 1351 OI
    +55 82 9381 7443 CLARO


    http://vender-escritorio-loja.vivastreet.com.br/comercial-sala-loja+cabralia-paulista/transmissora-de-tv-a-venda/37210990


    E ai, alguem saberia me dizer de quem se trata?

    ResponderExcluir
  8. Eu tinha publicado um material sobre a NGT Rio aqui no TVs do RJ, mas do nada este e outros posts (inclusive relatórios) sumiram. Isso ocorreu naquelas mudanças dentro do próprio Blogspot (nem foi quando migrou p/o Wordpress). Diogo, será que tem como trazer estes posts de volta? Acho que não sumiu só coisa minha, mas também de outros colaboradores.

    Sobre o meu comentário anterior: acrescento ainda que há também uma parte da programação da NGT que é composta por programas da TVT (TV dos Trabalhadores, que já tem mais de 1 ano no ar e ainda não tem canal próprio, nem mesmo em SP). Pelo que vi, os programas da TVT são bons, mas seja como for, não são produções da NGT. Ou seja, da NGT mesmo hoje em dia tem pouca coisa. Isso sem falar que a emissora não passa mais nada de séries e filmes. Nem sei se ainda passa desenho (antes da parceria coma Diário ainda passava). E são pouquíssimas as produções feitas nos estúdios da NGT em SP. E o telejornal lá produzido é praticamente uma cópia do Repórter Brasil (da TV Brasil), cópia porque pelo que vi todas as matérias são da emissora pública da EBC e nem há sequer uma análise em cima das tais matérias. Agora, imagina no Rio. Só fico pensando, o que será que ela faz naquele espaço em São Cristóvão? Será que ele ainda existe mesmo? É da NGT mesmo? (alguém podia verificar isso...), como paga as contas (e se paga, pra quê paga?).

    ResponderExcluir
  9. O canal prometia:

    http://www.portaldapropaganda.com/vitrine/midia/2003/05/0006/?data=2003/07

    Pena que não deu em nada.....

    ResponderExcluir
  10. Eng. Armando Torres Fortes10 de setembro de 2011 23:08

    Danilo,
    Nem precisa se incomodar com isso, rapaz!
    A intenção foi ótima e suscitar esse debate é muito válido. Até porque, mesmo discordando muitas vezes até, do Victor, sobre a NGT, acredito que uma concessão GERADORA é de grande importância para uma cidade como o Rio, sendo um grande absurdo o estado em que a concessão 26 se encontra. O que não deixa de ser suficiente para meu descrédito em uma futura mudança, ou melhoria do NGT.
    Nos EUA, o UHF é tão bem utilizado! Quem conhece sistemas de transmissão sabe da qualidade de um sinal bem calculado e ajustado, do seu alcance e do seu menor custo de transmissão. Imagine com a economia dos novos transmissores sólidos, digitais! Teríamos imagens de cinema, mesmo nas transmissões analógicas.

    Só um bom programa de reestruturação e modernização do parque do Sumaré pode fazer do Rio uma cidade bem atendida pela radiodifusão. Mas esse é um país CAQUÉTICO em infra-estrutura. Não se pensa o básico. O Sumaré é uma zona, de quinta categoria. A única instalação que presta é a da Globo. E se a dela é boa, quem mais irá se importar?

    Um dia, cabe aqui, de você sobre Itaguaí e até do Ivo sobre o Sumaré, um relatório sobre as deficiências do Sumaré. Fica como sugestão.

    Pense nos temas: Distribuição e otimização das linhas e sub-estações de energia, distribuição de água e esgotamento, sistemas de internet e telefonia, estrutura de acesso e vigilância, fiscalização rotineira dos parques técnicos e alojamentos, iluminação pública, iluminação noturna e balizamento das torres, limpeza e coleta de entulho, reforço de encostas perto das estruturas, abertura a visitantes e estudantes previamente agendados e cadastrados...

    A quem interessa?

    Abraço! Parabéns pelo tópico.

    ResponderExcluir
  11. Bruno,
    Não poderei opiniar sobre a veracidade do anúncio e idoneidade do site.
    Mas a descrição não deixa dúvida: NGT.

    Tem mais estrutura que a RedeTV!
    Mas não dá pra brincar de televisão em concessão educativa.

    ResponderExcluir
  12. Eu não espero nada da NGT. No passado até imaginava que ela poderia se tornar o que um dia foram a TV Corcovado e a "nova" TV Rio (antes de ser comprada pela Record), exibindo produções locais independentes. Teve uma época em que ela exibia um programa de TV da Saara! Hoje em dia quem cumpre mais ou menos esse papel é a Band nos horários matutinos de fim de semana.

    Pelo que dizem a NGT está caminhando para a extinção, inclusive disseram há tempos que iria transmitir em SP apenas a programação da TVT, mas parece que nem isso se concretizou.

    ResponderExcluir
  13. Nunca vi essa NGT,como canal de caráter educativo não produzir nenhum programa voltado para os cariocas!Tem uma infra-estrutura melhor do que a RedeTV!,mas não investe em nada,nem mesmo na sua sede,Osasco/SP.Se o canal 26 não fosse educativo e ceder o lugar a TV Diário/CE,esse consegue audiencia e faturamento,já que a cidade do Rio de Janeiro,possui uma imensa população nordestina.Mas por pressões a Rede Globo ao Grupo Edson Queiroz,que mantém a TV Verdes Mares (afiliada a rede),a TV Diário está fora do ar pelas parabólicas.Ela só atua no estado do Ceará.Assim como a CNT,a NGT podeira ter dado certo...

    ResponderExcluir
  14. Eng. Armando Torres Fortes12 de setembro de 2011 23:35

    ATENÇÃO

    NÃO SE ESPANTEM SE MÔNICA PUGA ESTREAR UM PROGRAMA LOCAL NA BAND RIO, NA HORA DO ALMOÇO, CHAMADO RIO URGENTE.

    NÃO SE ESPANTEM!

    ResponderExcluir
  15. A NGT JÁ FOI EXTINTO FAZ TEMOP AGORA É TV DIARIO.

    ResponderExcluir
  16. PARA O RIO TER O SEU PROPIO CANAL,DEVERIA SE CHAMAR TV RIO,TV CARIOCA OU TV CIDADE.

    ResponderExcluir
  17. CÉLIO

    A marca TV Rio,não sei se vc sabe,ainda pertence ao TV Record Rio de Janeiro desde que foi comprada em 1992,no mesmo ano que a TV Corcovado foi vendida para as Organizações Martinez!Se for trazer de volta a TV Rio,primeiro que teria pedir a autorização de uso de marca!Agora TV Carioca seria um ótimo nome para esse canal!!!!

    ResponderExcluir
  18. Não precisava necessariamente ter o nome ligado ao Rio, até porque Gazeta e Diário, por exemplo, não são nomes locais.

    A NGT ainda não foi extinta. Ela transmite é alguns programas da TV Diário, da TVT e produções independentes.

    ResponderExcluir
  19. Estive em 2008 visitando o primeiro andar de estúdios da NGT na Figueira de Melo em São Cristóvão,
    na época, um único estúdio era ocupado por 5 pequenos cenários fixos.

    Um deles era uma mesa de debates com 3 lugares e a logo da NGT aplicada sobre tapadeiras com quadrados azuis translúcidos, lembro de ter visto no ar o uso deste cenário por um bom tempo. Lembro que haviam 3 câmeras em tripés que mais pareciam Sony DVCam portáteis que se vê na mão de qualquer cinegrafista em um casamento.

    A iluminação também era precária, tudo muito improvisado. Fui informado que era um "produto da casa", pois eles também produziam as armações dos iluminadores, com lampadas eletrônicas gigantes. Tudo muito distante do que um estúdio de TV precisava para captar imagens de qualidade.
    Fora a grandiosidade do espaço (com andares lacrados), a estrutura era digna de uma tv local à cabo, lamentável.

    ResponderExcluir
  20. Olá, Danilo e demais!
    Trabalho e estou me formando em Comunicação Corporativa e estou ajudando na produção independente de um programa com cunho cultural/espiritual aqui em São Paulo.
    Uma das pessoas da equipe apareceu com uma proposta da Rede NGT para veicular o programa, que tem meia hora de duração.
    Não tenho os custos ainda, mas como profissional da área, busquei informações sobre a tal e me deparei com este espaço, que me apresentou um quadro da atual situação da emissora. Se bem que no próprio site dela o cartão de visita já é mostrado. Fraco. Coisa de "sobrinho que mexe com internet" como dizem meus pais. Temos que elaborar aqui um plano de mídia e creio que as informações postadas neste espaço e outras que andei colhendo já me fazem tirar algumas conclusões. Alguém teria mais algo a me acrescentar sobre a qualidade, tanto do sinal quanto da emissora em geral? Agradeço a atenção e qualquer ajuda que me for prestada.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Parabénssssssssssssssssssssss...................

    ResponderExcluir
  22. olha a rede ngt foi fundada em 2004, com parceiria com a claxson, fashio tv, infinito e sesc tv !depois com a tv ei. em 2009 ate abril de 2011 com tv e+ entretedimento e agora com pessima progamação com tvt e tv diario de fortaleza. nota 0 para ngt. e perdas de aududiencia!

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares