Carregando...

Programação da SulAmérica Paradiso continua intragável!

Às vezes fico indignado com certas coisas que escrevem nas redes sociais a respeito das emissoras de rádio do Rio de Janeiro. Entre elas, comentários sobre a programação da SulAmérica Paradiso FM 95,7. Alguns internautas juram que conseguem sintonizar sequências musicais sensacionais na SulAmérica. Tipo uma música do Bob Dylan, seguida por uma de Eric Clapton, seguida por uma canção da MPB ou alguma canção gringa qualificada de dentro ou de fora do universo do rock.

Só que, toda vez que sintonizo a SulAmérica Paradiso, vem alguma daquelas músicas do gagá contemporâneo, que já foi tema de um texto do TRIBUTO. Só que substituindo o popularesco nacional por aquela coisa chata pra dedéu do rhythm and blues aguado e pop feito nas últimas décadas.

Então, senhores internautas ouvintes da SulAmérica Paradiso... Parem de ser desonestos com os demais internautas. Descrevam a programação da SulAmérica pelo conjunto da obra. Não por uma ou outra sequência inspirada feita pelo mestre Eduardo Andrews.

Essa programação da Paradiso FM continua intragável. Desde o início, quando não havia SulAmérica bancando a franquia.

Agradeço pelo contínuo interesso dos leitores. Tenham uma excelente semana.

Atenciosamente,

Marcelo Delfino

Tributo ao Rádio do Rio de Janeiro
www.radiorj.com.br
www.twitter.com/radiorj
www.facebook.com/radiorj
Região Metropolitana 5962162456567366197

Postar um comentário

  1. Discordo de você. A programação da SulAmerica Paradiso está muito boa. Claro, em alguns momentos não consigo ouví-la, assim como acontece também com a JB FM. Mas sou o tipo da pessoa que mudo de estação mesmo quando não estou satisfeito. Não sou tão eclético, mas consigo JB, SulAmerica Paradizo, MPB FM, Mix FM e Transamérica bastante. As duas primeiras são as que eu mais ouço. Também ouço a Tribuna (Petrópolis) com uma certa frequência, mas ái essa nem sempre dá pra ouvir por causa do sinal. Oi FM é o tipo da estação que toca muita música que não conheço, mas é uma rádio que tem um ceto nível, ao contrário de Transamérica e Mix FM, que toca muita coisa. Beat 98 e Nativa eu nem tenho pré-programadas em meu celular (é difícil escutar algo que preste nelas). A Roquete Pinto quase não toca nada que eu consiga ouvir (acho essa rádio sem graça). A FM O Dia eu não quero nem saber de ouvir.

    ResponderExcluir
  2. Discordo integralmente desta postagem. Gosto não se discute. Voce pode ate criticar a forma com que a programação de músicas da Paradiso é feita mas, daí a dizer que é intragável, acho um pouco de exagero. Há quem goste por exemplo, da OI FM, emissora que não perco meu tempo de ouvir. Considero um desperdício terem eliminado a Cidade FM, para colocar a OI em seu lugar. O mesmo posso dizer sobre a Antena 1, ser substituida pela Nativa. Um desperdício... Para mim, foi falta de visão dos ditos "Homens de Rádio" que querem impor as suas preferências para o público que se deixa dirigir. Querem um exemplo ? Bastou a mídia bater maciçamente na tecla, que o Facebook é melhor do que o Orkut, para que os internautas migrassem em grande escala de uma Rede Social para a outra, sem que nenhum benefício concreto fosse dado a este público que migrou. Apenas o puro prazer de acompanhar a maioria e dizer que: " Estou na moda " ...

    ResponderExcluir
  3. Marcelo Delfino, vivemos num país com liberdade de expressão (pelo menos imaginamos que sim), onde você tem todo o direito de manifestar sua indignação e a não aprovação do repertório da referida emissora. No entanto, você não pode impor aos demais a sua opinião e querer que eles pensem exatamente como você. Não estou defendendo a rádio, eu a ouço bem menos do que deveria, mas achá-la intragável é um direito seu, enquanto achar o contrário é direito de quem não compartilha das mesmas opiniões que você. Um abraço.

    ResponderExcluir
  4. O que eu sei é que não compactuo com a enganação que fazem no dial FM carioca pelo menos desde os anos 90. Nem me comovo com a defesa que fazem de programações risíveis das emissoras do Rio de Janeiro. Eu estou indignado e insatisfeito com o FM carioca. Mas tem uns caras que querem me impor um parecer diferente. Não sou eu o impositivo nessa história.

    ResponderExcluir
  5. Marcelo Delfino.

    Assim como os outros que comentaram essa sua postagem,eu discordo totalmente disso!
    A Sulamérica Paradiso possui uma programação boa de qualidade,assim como a concorrente JB FM.
    Tem repertórios que a Sulamérica Paradiso toca um pouco diferente da adulta JB FM,mas nada de você generalizar o gosto dos ouvintes que gostam de ouvir esta rádio,no caso,eu próprio,Felipe Oliveira.
    Antes de eu ser ouvinte dessa rádio,eu gostava de ouvir a Antena 1,que era a melhor rádio do gênero adulto do RJ.Uma pena que os Associados (O esmo da Tupi e da Nativa),arrendaram os 103,7,que jogaram a Nativa para aquele histórico dial e a mesma que era nos 96,5,deu lugar para a Tupi,repetir a sua programação do AM para o FM.
    Depois desse "assassinato" da Antena 1,passei a ouvir a JB FM,e ao mesmo tempo,a Sulamérica Paradiso.
    As duas rádios não tem aquele negócio de jabá,algo que faz apelação em excesso,mas ambas possui uma programação de alto nível,com ótimos locutores.
    Por isso,sei que você possa odiar e detestar esta simpárica rádio,mas eu adoro e ouço todo dia.
    Abraços radiofônicos!!!

    ResponderExcluir
  6. esse delfino e daqueles sabe tudo radio comercial e lucro por isso e comercial voltei agora de nova iorque e la tem sempre parcerias com grandes empresas e emissoras por tanto antes de criticar qual quer tipo de radio ou programaçao estude antes nao seja o dono da verdade e por isso que ninguem leva vc a serio alias em qual veiculo que vc trabalha com esse conhecimento que vc tem nen a pior radio pirata vai te contratar pense 1 antes de postar essas opnioes lamentaveis .

    ResponderExcluir
  7. Nem vou me dar ao trabalho de te explicar em quê trabalho, Josias. Só te digo onde não é. É fora da área de comunicação. No rádio, eu sou apenas mais uma das criaturas que os piores radiodifusores, arrendatários e radialistas cúmplices mais temem: o ouvinte que desliga o rádio sem dó nem piedade, quando não encontra algo que preste para ouvir. Mas são somente os radiodifusores, arrendatários e radialistas que entendem do riscado, não os ouvintes. Ninguém mais deve meter o bedelho. Não é mesmo, Josias?

    ResponderExcluir
  8. Um programa que está enchendo o saco é a Hora do Blush, muita enrolação e muita papagaiada, querem ser engraçados e acabam sendo patéticos.

    ResponderExcluir
  9. Armando Torres Fortes21 de dezembro de 2011 11:22

    Caro Josias,
    Antes de mais nada, aprenda a escrever. Quando alfabetizado se tornar, volte com mais educação e menos agressivo. Gente como você sempre está inoportuna e com problemas de pressão. Cuide-se.
    Se você veio mesmo de Nova York e não de Nova Iguaçu, gostaria de saber qual rádio por lá faz o que a Oi faz. Modestamente, conheço muitas radios norte-americanas e gostaria de saber qual faz isso atualmente, pois sinceramente, não conheço.
    Sabe quem mais se ferra com a entrada da Kiss? A Paradiso.
    Paradiso que um dia quis ser "rede". Não foi. E nem será. Paradiso que começou criativa e se perdeu. Paradiso que queria ser uma rádio trânsito e adulto contemporânea. Nem uma coisa, nem outra. Hoje, entope a programação de Rock na esperança de andar mais um pouco na esteira do Rock in Rio e também se "blindar" de alguma forma quando da entrada da Kiss. Vai dar com burros n'água.
    De novo.
    Perguntinha que não quer calar: Se a Sulamérica SeguroAuto tirar o milionário patrocínio, o que acontece hein?

    ResponderExcluir
  10. Se a SulAmérica Seguro Auto sair da Paradiso, quem vai ficar paradona na esquina (que nem os fanqueiros e o time do Flamengo) será a própria Paradiso. Até sabe-se lá por quanto tempo... Até o primeiro picareta de Cristo botar uma montanha de dinheiro na mesa dos caras da Alvorada lá em BH pra arrendar a rádio.

    ResponderExcluir
  11. Vivo xingando a programação da Sulamérica Paradiso no Twitter. Sou obrigado a ouvir aquela programação burra e inútil durante meu expediente. É intragável MESMO! Um feijão com arroz musical sem vergonha (Sade, Phil Collins? Ah, faça bem!), nenhuma ousadia e muita enganação com uma embalagem bonitinha. Lamentável!

    ResponderExcluir
  12. Mas a Paradiso não pode subreviver sozinha? Antes ela não tinha o genreoso apoio da SulAmérica. Será que agora não tem como caminhar com as próprias pernas?

    A Hora do Blush é realmente um saco!

    ResponderExcluir
  13. O único programa de rádio que eu não suporto ouvir na Sulamérica Paradiso é essa Hora do Blush.Mas o restante da programação eu elogio vou ser bem sincero.
    No horário dessa Hora do Blush,ouço o Painel JB 2º edição na JB FM.

    ResponderExcluir
  14. Puxa. Buda! Você me salvou nos comentários. Eu estava sendo linchado. Não esmoreça diante das críticas que virão. A verdade incomoda o reino da mentira. Essa SulAmérica Paradona é intragável. Ponto.

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares