Carregando...

Tupi TV aumenta sinal sem autorização da ANATEL e prejudica Rede Brasil

12 A+ A-

Recentemente, a Tupi TV se instalou em Niterói, através do canal 57 UHF, mesmo canal que é usado em Petrópolis pela Rede Brasil, que perdeu consideravelmente o alcance de seu sinal, devido a uma ilegalidade cometida pela emissora de Niterói. 

Em sua comunidade oficial no Orkut, a Rede Brasil divulgou que uma outra emissora aumentou sua potência sem autorização da Anatel, mas já iniciou o processo para barrar essa ilegalidade e garantiu que em breve voltará ao ar com melhor sinal no Rio de Janeiro.
TV 6447852276707619639

Postar um comentário

  1. ela tem que e tomar vergonha na cara e investir um "pouquinho no Rio" e ter sinal no sumaré!

    ResponderExcluir
  2. Pra começo de conversa. Ela tinha que melhorar seu sinal, pois mesmo antes do surgimento da falsa Tupi, seu sinal ja era ruím. A outra, é com relação a Anatel, pois esta é quem criou esta confusão e ela é a única que pode resolver este problema ao colocar um dos canais conflitantes em outra frequencia. E finalizando, estes canais são inúteis, pois não geram programação local, embora isto seja outra história. E no caso da RBTV, o canal de Petrópolis não lhe pertence, pois ele é um canal afiliado desta rede e cujo os donos são de Petrópolis, cabendo eles resolver o problema. Diante disso tudo, A Anatel é a maoir culpada, pois foi ela que criou isso tudo da mesma forma que está querendo criar com relação a MTV e a TV Senado no Mendanha. Só ela pode resolver isso.

    ResponderExcluir
  3. Leonardo, não concordo com você, quando diz que esses canais são inúteis só porque não geram programação local. A Tupi TV, pelo que eu sei só passa clipes, mas a Rede Brasil tem uma programação bem variada, com filmes, desenhos e séries, na sua maioria clássicos. Além de ter programas jornalísticos e de atualidades; O canal de Petrópolis pode até não gerar programação local, mas a programação da Rede Brasil (sinal de São Paulo) não é ruim.
    Concordo que o certo seria a Rede Brasil investir em retransmissores/afiliadas na própria cidade do Rio de Janeiro, ao invés de ficar apenas com esse contrato com a Rede Grande Rio, em Petrópolis.

    ResponderExcluir
  4. Victor,
    A programação pode até ser boa, mas a concessão dela é de canal e não de retransmissora. Por isso é que eu critico, pois se a concessão dela fosse de retransmissora eu não estaria criticando, pois como retransmissora o sinal teria que vir da matriz integralmente sem interrupções, o que não é o caso da RBTV e da falsa Tupi. Quando se dá uma concessão de geradora, espera-se que pelo menos se gere uma parte da programação, seja local, de apoio, ou mesmo de rede na cidade onde se encontra e este não o caso delas, por isso eu critico. Enquanto isso, retransmissoras como a Record News 52 e Boas Novas funcionam como geradoras e no caso da Boas Novas, como cabeça de rede. No caso da falsa Tupi desde ontem ela está alugando o horário da manhã para um dissidente da igreja do picareta Waldomiro Santiago, cujo o nome ue não lembro ainda, mas trarei em breve. Esta é a única programação local que falsa Tupi gera em Niteroi, que vergonha! E as outras geradoras, excetuando a NGT que precisa de investimentos?

    ResponderExcluir
  5. Leonardo, pelo que eu sei, a Record News até gera um jornal aqui no Rio (o "Record News Sudeste"), mas não há programação local e esse jornal deve ser gerado aqui, mas ao mesmo tempo, enviado à matriz em SP para assim ser colocado no satélite.
    Concordo com você, quanto a ter concessão de canal e não gerar nada, mas isso não é culpa da Rede Brasil e sim da Rede Grande Rio. Pior é a NGT que tem estúdios próprios aqui no Rio e nada gera. Que eu me lembre, só tem o "Show Mix", que é gravado no Rio, mas não nos estúdios da NGT e também passa na Band. Ou seja, é praticamente uma produção terceirizada, apesar da NGT não mencionar isso.

    ResponderExcluir
  6. Em SP a Rede Brasil tem duas concessões - 45 e 59. A programação é variada para um canal alternativo, séries antigas e filmes. Seria bom se investissem melhor na transmissão analógica e na transmissão via net também.

    ResponderExcluir
  7. Victor, me permita meter o dedo na prosa.
    A Record News não precisa ter programação local, pois ela é na verdade um canal de notícias nacional em sinal aberto, como todos bem sabem. E gera programação a partir dos estúdios de Benfica, onde mantém uma redação exclusiva. Já gerou inclusive um telejornal esportivo e a tendência é que aumente o numero de gerações a partir do RJ.
    Torço muito para que este blog mantenha a pressão sobre a RECORD NEWS para melhorar e instalar suas repetidoras mais potentes tanto no Sumaré quanto na Freguesia. O canal 52 já devia ser HD. Gratuito.

    ResponderExcluir
  8. Continuando...
    A Rede Brasil nunca disse a que veio. E sua concessão é de Petrópolis, contra uma de Niteroi.
    Por motivos mais do que óbvios, o sinal "desce" porque é mais fácil. Me parece que o sinal da Serra, onde há menor população, a outorga DEVE ser regional. Diferente do rádio, acho que TV de Petrópolis deve atender apenas a sua região.
    Já Niterói é um grande centro Metropolitano. Precisa ter uma TV de grande alcance.
    Concordo com Ivo: O QUE TÁ ERRADO É A AGÊNCIA OUTORGAR DUAS TV TÃO PERTO E AINDA PERMITIR QUE UMA AUMENTE DE POTÊNCIA AO BEL PRAZER.
    Não é uma TV "pirata". É uma operação IRREGULAR.
    abraços!

    ResponderExcluir
  9. @Harris Watts
    Só que se não engano, os estúdios da Record News no Rio de Janeiro, são os mesmos da Record. Em São Paulo, também é assim?

    Outra coisa: apesar da Record News ter produzido e ainda produzir programas aqui no Rio, a geração deles deve ser em São Paulo, ou não?

    ResponderExcluir
  10. Victor,
    o endereço é o mesmo, Benfica, mas o "newsroom" da Record News está em outro ambiente no estúdio. E a redação também tem seu espaço.
    Os principais estúdios e o master da rede está em SP na Barra Funda. Ainda existem estúdios que produzem telejornais regionais em Araraquara, na TV Itapoan em Salvador, e na Record de Porto Alegre, no Morro Santa Tereza. Brasilia também produz entrevistas.

    Em miúdos, a cabeça-de-rede é SÃO PAULO, evidentemente.

    abs

    ResponderExcluir
  11. Amigos do site TVs do RJ.Na verdade,os estúdios da Record News,são os mesmos no bairro da Barra Funda.Só que,o sinal que gera a Record News,fica na cidade de Araraquara no canal 9,e em São Paulo,canal 42.

    ResponderExcluir
  12. Amigos, sou um assíduo leitor do Blog e me interesso muito pela maioria das publicações postadas aqui. Mas há duas questões que gostaria de mencionar:
    1) A TV Tupi (fake)de fato não agrega em nada a Niterói(falo como telespectador e morador da cidade), seria muito mais útil que conseguissemos no canal 57 sintonizar a Rede Brasil, por motivos óbvios, pelo cardápio de variedades ser mais eclético do que pregação e clipes...;
    2)Como sabemos e acompanhamos o sinal da GloboNews hora é aberto, hora fica codificado, alguém sabe qual o propósito que há por detrás disso? Há a possibilidade deles liberarem o sinal para concorrer com a RecordNews?
    Um abraço,
    Alef

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares