Carregando...

Emissoras de TV tem prazo de 1 ano para informar o fim do sinal analógico


Portaria publicada hoje (1º) pelo Ministério das Comunicações determina que emissoras, geradoras e retransmissoras de televisão comecem a informar seus telespectadores sobre o desligamento do sinal analógico com um ano de antecedência. O cronograma de desligamento varia de acordo com cada região e cidade do país.

As informações terão de ser veiculadas nas emissoras de sinal aberto e nos sinais veiculados nas emissoras de canal fechado, por meio de uma logomarca com o símbolo da televisão analógica. Todas terão de informar a data do desligamento e o número do canal digital para o qual migrará a programação.

A portaria define, também, os números mínimos de inserções diárias na programação, começando com três e chegando a 187 no último mês que precede o desligamento. Está previsto, inclusive, a utilização de tarja ao pé da tela, por pelo menos 30 segundos, com texto fixo ou texto em movimento.

Na tarja deverão constar informações como data do desligamento, cidades afetadas, e o número do canal digital que passará a operar a programação, bem como a divulgação de site e telefone de uma central destinada a esclarecer eventuais dúvidas sobre o desligamento.

De acordo com o Ministério das Comunicações, as emissoras terão de fixar, no alto da tela, a contagem regressiva para o desligamento do sinal analógico. Com o novo padrão, as TVs passarão a ser interativas e com qualidade superior da imagem e do som. A expectativa é que o cronograma seja concluído ao final de 2018.

O Sistema Brasileiro de Televisão Digital Terrestre (SBTVD-T) foi criado em 2006, pelo governo federal, com o intuito de estabelecer as diretrizes para a migração do sistema de transmissão analógico para o digital, previstas para começarem em abril de 2016, no Distrito Federal e nos municípios da Região do Entorno da capital federal. Em seguida, abrangerá capitais e cidades dos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e do Rio de Janeiro.

Com as informações, Editor Marcos Chagas, do site Info Abril
TV 6381703790044747088

Postar um comentário

  1. Eu só quero ver quais emissoras vão respeitar o telespectador como a rede Globo, e instalar 8[oito] Gap-fillers que são retransmissores[ RTV´s] da geradora principal do Sumaré, cobrindo assim as áreas de sombra de toda a região metropolitana do Rio; algumas não instalaram-se ainda no Mendanha e outras não conseguiram sincronizar seus sinais gerando assim conflito, faltam menos de 2[dois] anos para o desligamento analógico aqui no Rio, estamos de olho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poucos dias para cortar o sinal analógico.
      É o Rio de janeiro não está totalmente digital
      Tomara que não fique em constante paliativo como tudo que é feito no Rio de janeiro

      Excluir
  2. Bom entao a RedeTV! que se prepare para que coloque o estudio do canal 06 no Rio totalmente digital porque o jornal RJ Noticias apresentado por Rogerio Forcolen e so transmitido em sinal analogico pelo canal 06 e pelos canais 20 e 506 HD da NET

    A emissora precisa se mexer logo, ao inves de ficar dando vestidos caros para suas esposas e gastando dinheiro com viagens absurdas nao se sabe de onde vem o dinheiro para esses luxos ai mais. Grato Roger

    ResponderExcluir

ATENÇÃO:
» Comentários "Anônimos" não serão aceitos e posteriormente apagados. Identifique-se com nome válido!
» Não é permitido deixar links no campo "Nome". Se você quer, por exemplo, divulgar o endereço do seu blog, use o campo "URL".
» Xingamentos e ofensas diretas não são tolerados, isso se aplica para todos os participantes do site.
» Todos os comentários são de total responsabilidade de quem as publicou, não refletindo necessariamente a opinião dos administradores e colaboradores deste site.

emo-but-icon

Página inicial item

Comentários recentes

Postagens Populares